Arquivo | fevereiro 2010

Fairy Boots, A História ~*

Olá, queridos leitores! Já andaram me perguntando várias vezes o porquê do nome do blog.

Bom, tenho dois motivos. O primeiro é um motivo bobo que possui um significado pessoal para mim. But, vou deixar pra lá…

O segundo motivo é: Eu estava (estou, só que dei uma parada) escrevendo uma história com esse título… Peguei muito carinho pelo enredo e personagem principal e tal… Então, quando vim fazer o blog, não consegui achar nome mais perfeito que esse.

Agora, como sou extremamente bondosa (e a toa), decidi colocar aqui o primeiro capítulo do “livro”. Por favor, dêem uma lida e depois me contem se gostaram… ok? :]

Vaaamos lá:

Fairy Boots – Capítulo 1


– Gostei das suas botas. – falou a senhorinha de cabelos azuis para mim. Ela deu uma risadinha baixa e completou: – Ah, que esquecida eu sou! Meu nome é Elsie.

Eu olhei para ela, tipo “e daí?”, mas resolvi usar a educação que mamãe me deu no berço e falei meu nome também. Ah, eu sei que mamãe também ensinou que não devo falar com estranhos, mas o que aquela mulher pequenina podia fazer comigo? Droga, minha tia Berta – que é completamente neurótica com tudo que se movimenta no planeta Terra – diria que há a possibilidade da baixinha azul fazer parte de uma gangue de seqüestradores de garotinhas exóticas, como eu. Sim, sou aquilo que se pode chamar de exótica. Vou explicar… meus cabelos são longos, ondulados e extremamente loiros, platinados como dizem os estilistas e fashionistas hoje em dia. Eu uso bastante roupa escura com muita renda e tecidos diferentes. Adoro uma sombra preta e, às vezes, até um batom vermelho. Mas NÃO, NÃO SOU EMO. Acho importante deixar isso bem claro. Esse negócio de chorar pelos cantos, falar fofuxês e pensar sobre a morte não é comigo não. Odeio quando me confundem com uma emo. Eu sou… bom, sou estilosa. Desculpe se te incomodo por isso.

– Ah, valeu. Eu sou Hayley. – disse e coloquei meus fones de ouvido novamente. Mas Elsie pareceu não desconfiar. Olha, quando uma pessoa coloca os fones de ouvido é porque ela não ta muito a fim de papear com você. Ou porque ela não tem tato social. Bom, no meu caso é a opção um, apesar de muitas vezes as pessoas pensarem que eu, de fato, não tenho tato social. Eu tenho, só não uso com seres humanos, que são chatos e me irritam. Eu gosto mesmo é do meu gato, Olive, só com ele vale a pena conversar de verdade. Quero dizer, valia a pena. Porque o Olive morreu há dois meses. O bichinho era mais velho que andar pra frente, tadinho…

– Oh, percebi que seu machucado na perna está melhor, florzinha. Está usando a arnica montana como te falei? – falou, chegando bem perto do meu joelho ralado, fazendo-me olhar para ela como se estivesse usando uma fantasia de elefante bem ali no ponto de ônibus onde nós estávamos.

Vou explicar para você, caro leitor. O que rola é o seguinte: todos os dias, depois que eu saio da escola, eu espero minha vizinha me buscar de carro no ponto de ônibus que fica na esquina do West High, a escola onde eu estudo. Minha mãe anda poupando dinheiro e a Judith, a vizinha citada acima, busca os filhos gêmeos de 8 anos no caratê e aproveita e me dá carona. É um saco esperar por ela, principalmente quando vem alguém querendo me fazer companhia. Tipo a senhorinha azul. Há três dias ela aparece sempre no mesmo horário que eu e fica fazendo perguntinhas e/ou comentários de todos os tipos enquanto eu luto para continuar escutando minha música sem ser perturbada. Mas a velha simplesmente não desiste! Dois dias atrás ela me perguntou assustada:

– Oh santo céus! O que aconteceu com seu joelho, florzinha? – e eu expliquei para ela que caí na escada do colégio e tal. Um mico, eu sei. Principalmente por que a Kate Bloom viu tudo e ela é um saco com aquela carinha angelical de líder de torcida e mente de capetinha. É isso que ela é. Um capetinha de saias que mal sabe soletrar m-a-m-ã-e. E, como eu sou muito sortuda e extremamente descoordenada, tropecei e saí quicando escada afora bem na frente da Kate Vaca Bloom. Ela ficou lá, rindo de mim, até que eu tomei um milk shake de morango da mão de uma de suas amiguinhas baba-ovo e derramei tudinho na roupa dourada de líder-de-torcida da qual ela tem tanto orgulho. He he.

– Sabe o que é bom para isso, querida? Arnica montana! – disse a azulzinha depois que eu contei que caí e ralei o joelho, sem os detalhes extras que contei para você, claro. Sorri para a esquisita e agradeci, mas é óbvio que eu não ia colocar uma planta idiota em cima do meu joelho. Passei na farmácia e comprei um daqueles remédios líquidos que ardem pra caramba, mas saram rapidinho o machucado. E agora aqui estava ela, achando que fora obra da santa arnica montana. Amém.

– Ah, na verdade, eu usei um outro remédio. – eu disse, Elsie fez uma careta.

Arnica montana ia sarar muito mais rápido. – falou. Tanto faz, velha chata.

– Ah. – respondi e recoloquei meus fones de ouvido.

– Ei, sua carona chegou. – disse ela me cutucando. Levantei os olhos e avistei o carro de Judith. Os gêmeos, como sempre, fazendo a baderna no banco de trás. Coloquei a mochila nos ombros e corri para o carro.

– Tchau tchau, florzinha. – pude escutar minha mais nova amiga (oba!) gritar para mim. Sentei no banco do passageiro e olhei para trás, mas Elsie já não estava mais lá.

Esquisito, né? Mas esquisito de verdade ficou depois que eu cheguei em casa. Sério, minha mãe me abraçou como se eu tivesse acabado de voltar da guerra.

– Oh, graças a Deus você ta bem, Hay!

– Claro que to, mãe! Por que não estaria? – ela me olhou com seus grandes olhos azuis contornados metodicamente pelo lápis de olho.

– Por nada, meu bem. Eu só… bom, eu… – ela tava mentindo, sempre gaguejava quando mentia – Eu tive um sonho ruim com você hoje. Só isso.

E mamãe continuou lá parada, olhando para mim e segurando meus ombros com as duas mãos.

– Mãe, você já viu que to inteira. Agora, será que eu posso ir pro meu quarto? – perguntei com o nariz franzido. Ela finalmente se deu conta de que tava me segurando e deu uma de suas risadinhas nervosas. Tudo bem que minha mãe é meio tan-tan, mas havia alguma coisa errada além dos parafusos soltos que ela tem por natureza. Eu comecei a subir as escadas para ir pro meu quarto, quando ela veio correndo até mim com um colar muito esquisito na mão.

– Hayley, só uma última coisinha… eu gostaria que você usasse esse colar, meu bem. Será que pode fazer isso por mim? – suspirei. Tipo, o colar era esquisito, tinha uma pedra preta mal polida pendurada. Como se eu já não usasse coisas esquisitas o suficiente. Mas como não tava a fim de discutir com mamãe, estendi a mão, peguei o colar e continuei subindo as escadas. Só que ela não se deu por satisfeita.

– Hay, coloca o colar! – olhei para ela.

– O que há, mãe? Você ta esquisita pra caramba!

– É um colar protetor, pelo sonho que eu tive. Você sabe como eu sou supersticiosa, não sabe? – ta, agora ela tava começando a me assustar. Que espécie de sonho tinha sido esse? Pior, não havia sonho. Eu sabia que ela tava mentindo. Mas alguma outra coisa havia. Ah, disso eu tinha certeza.

_____**_____

Angel’s list :

Oláaa, galerinha!

Hoje acordei, tirei as remelas dos olhos, tomei meu Activia, penteei meus cabelos embarassados… até que minha consciência começou a perturbar minha paz. Aquela voz forte – o anjinho pendurado no meu ombro direito – ficou mandando eu arrumar minha mala pra viagem.

Oba! Adoro arrumar mala!! ¬¬ Mentira, claro. Dá uma preguiça gigante.

Mas, como nem tudo são flores… isso me deu inspiração pra um post, que agora vocês serão obrigados a ler (desculpa), mas que pode ajudar quem também vai viajar nesse período de carnaval. Vamosss lá?

Como arrumar sua mala, por Fairy Boots:


O primeiro item que você Não Pode Esquecer é a escova de dente. Não interessa para onde você está indo (New York ou Valadares), ninguém gosta de pessoas bafentas. Então, separe sua escova de dentes e já enfie dentro da necessaire ou – se você for homem e achar que necessaire é coisa de gay – dentro de qualquer bolsinho da sua mala aí.

Fechou?

Item 1 = Escova de Dente e Pasta

Outra coisita que você não pode esquecer é o kit banheiro. O kit banheiro é, nada mais nada menos, que a toalha, o sabonete, xampu, condicionador, reparador de pontas, desodorante (não esqueça ou vai feder a viagem toda), aquele leave in básico… etc. Esqueci alguma coisa? Vamos dar uma olhada na nossa lista:

– Escova de Dente e Pasta (de dente também, claro)

– Kit Banheiro

[Você pode estar se perguntando porque a escova e pasta não estão no Kit Banheiro. Também não sei pq, sorry] =)

Oh, indo da água pro vinho (estou listando as coisas na ordem que o Anjinho tá me falando aqui)… não se esqueça do dinheiro!! Você não vai querer ter uma dor-de-barriga e não poder comprar um Gatorade pra se nutrir… vai? Ok, retiro essa mini-praga acima. Mas o dinheiro pode lhe ser útil em muuuitas situações, então não se esqueça dele.

Ah, não se esqueça da papelada de viagem também. Documento do carro, passagens de avião, ingresso do Beto Carreiro, comprovante de inscrição do acampamento (eu sempre esqueço isso), seus documentos, etc. Não esqueçam!!

Nossa lista agora está assim:

– Escova e Pasta de Dente

– Kit Banheiro

– Dinheiro

– Papelada de viagem

Bom, agora você vai guardar suas roupas dentro da mala. Isso eu não posso escolher para você, mas vou dar uma dica…

Dica: Separe as roupas que você quer levar antes de começar a guardar na mala. Faça montinhos dobradinhos calculando quantas blusas você deve precisar, MAIS um extra. Exemplo: Calculei que vou precisar de umas 10 blusas… mas não vou levar somente 10. Vou levar umas 13, 14… para ter mais opções na hora de escolher. Got it? Faça o mesmo com as calças, saias, etc.

Outra dica é: Por mais que você ache que o verão está quente de matar pinguim, leve uma blusinha de frio dentro da mala. Com esse clima apocalíptico tudo pode acontecer… e sei que você não vai querer congelar enquanto seus amigos estão felizes reunidos em volta da fogueira comendo marshmallows e cantando Kumbaya, my Lord… vai? É, eu imaginei que não…

Enfim, guardadas as roupas… separe alguns sapatos também. A seleção dos calçados tem que ser baseada no lugar para onde você está indo. Por favor, não vá levar aquela bota cano-alto para seu acampamento, né? Concentre-se em rasteirinhas, tênis, chinelinho… no máximo um saltinho confortável, para o caso de rolar alguma festinha e você ser pequenina que nem moi.

Aaaah, e lembre de guardar os sapatos em uma sacola, ok? Você não vai querer que sua bata favorita fique cheia de barro. I’m sure.

Falando em sacola… como qualquer humano normal, você produz lixo. Então, tenha algumas sacolinhas daquelas de supermercado (que os ambientalistas adoram) para guardar seu lixo, sua roupa suja… [PelamordeDeus, faz um favor? Não enfia a roupa suja dentro da mala junto da roupa limpa!! Grata.]

Vamos dar uma olhada na lista:

– Escova e Pasta de Dente

– Kit Banheiro

– Dinheiro

– Papelada de viagem

– Roupas

– Sapatos

– Sacolinhas

O anjinho tá me dizendo aqui para você não esquecer dos acessórios: maquiagem, bonés, tiaras, caderno (se você gosta de escrever) e caneta, mp3, fone de ouvido, celular, chave de casa, aquele ursinho que você dorme abraçadinho… ETC.

Eeeee… para finalizar: Aqueles que não vão ficar hospedados em hotéis, estejam por dentro do que precisam levar. Colchão? Roupa de cama (lençol, travesseiro)? Cobertor…? Ok?

Agora, pela última vez, vamos ver como ficou a nossa lista:

– Escova e Pasta de Dente

– Kit Banheiro

– Dinheiro

– Papelada de viagem

– Roupas

– Sapatos

– Sacolinhas

– Acessórios

– Roupa de Cama

É isso, leitores. Espero que tenha sido pelo menos um cadinho útil pra vocês. Agora eu me vou, porque ainda tenho que fazer a minha malinha. *tédio*

Desejo a todos uma boa viagem! Aproveitem bastante, mas com juizo, viiu?

Até maais… Au Revoir!

Fui…

Beijos *

Oi, tá boa?

Tava postando sobre isso no Twitter, mas decidi postar aqui à título de curiosidade mesmo…

Aqui no blog eu tenho acesso às palavras que as pessoas usaram para chegar nele. São as palavras que digitamos no Google pra procurar alguma coisa, sabe? Tipo quando você quer saber algo sobre, sei lá, a Paris Hilton. Então você vai lá e digita: “Paris Hilton pagando mico” e o Google te direciona para os milhões de sites que mostram a Paris fazendo tosqueiras, etc. Enfim, tem cada coisa que as pessoas digitam… Vou mostrar algumas pra vocês. E se você foi uma das pessoas que digitou, foi mal. Veja isso como uma homenagem, ok? Hoho.

Aqui estão algumas que separei:

– “musicas para animar um coração partido” – Essa fiquei com dózinha. Aliás, ela me deu idéia pra um post. Obrigada. Espero que seu coração melhore, honey. ;]

“meninas gostam de chuta no saco” – O.o Que medo. Juro que não falei sobre chute no saco aqui. Ainda, pelo menos.

“quem é aquela cantoura norte americana q…” – Essa daí fez uma pergunta pro Google, né? haha Detalhe pro cantoUra. (?)

“como nao perder o homem que ja tenho” – Oba, essa daí foi levada diretamente pro meu post. Espero que tenha ajudado. hehe

“como despachar um homem” – hahahaha, preciso comentar ainda? Imagina se ela vira amiga da do chute no saco? =o

“meninos gostam de meninas com cabelos pr” – Droga, não sei a continuação do PR. Fiquei curiosa.

“roupa de cobra” – Uiii, selvageeem!

“menina inocente gossip girls” – Xi, tá aí um paradoxo.

“fotos de rosto miley cyrus na musica its” – (???)

:D

“tattoos idiotas” – HAHHA, acho paia. O Google trouxe ela direto pra tattoo da Miley C.

“miley de enchimento” – Esse bomba. Toda hora tem alguém querendo saber do enchimento da garota. (?)

– Mas o campeão meeesmo é o jogador cat Cristiano Ronaldo. Não tem um dia que eu abra o blog e não encontre o nome dele nos termos de busca. Mas é justo, né meninas?

Hey, Beautiful.

Bom, ainda tem muitas coisitas engraçadas, mas vou deixar pra outro dia, ok?

Enfim, com palavras esquisitas ou não, podem continuar visitando o Fairy Boots. A blogger aqui agradece. ;]

Besitos & Cris Ronaldo‘s